Gargantilha - Saterê-Mawé

Gargantilha - Saterê-Mawé

R$ 62,50Preço

Gargantilha feita com sementes de morototó e açaí, feita por artesãs do povo Satarê-Mawé, residentes em Manaus - AM

 

Dimensão: 22 cm de comprimento

obs: modelo único

  • Etnia Saterê-Mawé

    Autodenominam-se Sateré-Mawé. Sateré - quer dizer "lagarta de fogo, referência ao clã mais importante dentre os que compõem esta sociedade, aquele que indica tradicionalmente a linha sucessória dos chefes políticos. Mawé - quer dizer "papagaio inteligente e curioso e não é designação clânica.

    A subsistência das famílias baseia-se na agricultura, em que se destacam os plantios de guaraná e as roças de mandioca. A farinha é a base da alimentação, sendo também comercializada para as cidades vizinhas de Maués, Barreirinha e Parintins. Além de exímios agricultores, são também caçadores e coletores.

    Fonte: Instituto Socioambiental (ISA)